Guia de prevenção
mercado inteligente
Gestão Inteligente dos Resíduos

A prevenção ocupa o lugar de topo na hierarquia europeia de gestão de resíduos, podendo assumir três formas distintas: a prevenção quantitativa (redução da quantidade) de resíduos produzidos, a prevenção qualitativa (redução da perigosidade) e a diminuição de impactos ambientais ao longo do ciclo de vida.

A Prevenção de Resíduos pode assim ser definida como o conjunto de medidas tomadas para evitar que uma substância, uma matéria, ou um produto, se torne num resíduo.

Quando a produção de resíduos não pode ser minimizada deve privilegiar-se a reutilização e, posteriormente, a reciclagem.

A deposição de resíduos em aterro deve ser reduzida ao mínimo indispensável e é considerada como última opção para o tratamento de resíduos.

A PREVENÇÃO é o conjunto de medidas tomadas para evitar a produção de resíduos.
Estas medidas têm como objetivo a redução:

reduzir

Da quantidade de resíduos produzidos, por exemplo através da reutilização ou o prolongamento da vida útil dos produtos;

temperatura

Dos efeitos adversos dos resíduos produzidos ao nível do ambiente e da saúde humana;

toxico

Do teor de substâncias tóxicas e nocivas dos materiais e dos produtos.

O MELHOR RESÍDUO É AQUELE QUE NÃO CHEGA A SER PRODUZIDO

  • “Publicidade Aqui Não”

    Evite o correio não endereçado, colocando o autocolante “Publicidade Aqui Não”;

  • Opte pelo uso de toalhas e lenços de pano, em vez de toalhetes e lenços de papel;

  • utilize pilhas recarregáveis

    Utilize pilhas recarregáveis nos telecomandos, brinquedos e outros equipamentos elétricos e eletrónicos;

  • Faça compostagem caseira

    Faça compostagem caseira ou vermicompostagem para utilização do composto nos seus vasos ou jardim;

  • opte por informação em base digital

    Opte por ler as notícias diárias na internet, evitando as versões em papel;

  • opte por fontes de iluminação económicas

    Utilize lâmpadas compactas fluorescentes que, para além de pouparem energia, duram mais tempo;

  • opte por produtos reutilizáveis

    Evite loiça e outros produtos descartáveis;

  • opte por produtos reutilizáveis

    Aproveite integralmente os alimentos, utilizando talos, sementes e cascas que têm um grande valor nutritivo;

  • opte por embalagens familiares

    Adquira produtos avulso e de embalagem familiar, rejeitando produtos com muitas embalagens ou embrulhos desnecessários;

  • opte por embalagens recarregáveis

    Opte por produtos em embalagens recarregáveis;

  • Prefira bebidas em vasilhame com tara retornável;

  • opte por embalagens familiares

    Utilize trolley ou sacos de pano para ir às compras, evitando os sacos de plástico;

  • opte por embalagens familiares

    Utilize os dois lados das folhas, evitando o desperdício de papel;

  • produtos sem substâncias perigosas

    Opte sempre que possível por produtos que não possuam substâncias perigosas, ou que possuam menos relativamente a outro que sirva para a mesma função;

  • Caso necessite de usar produtos perigosos, use apenas o necessário.

Muitos dos resíduos que produzimos, poderiam ser reutilizados antes de procedermos à sua deposição final. Assim, ao atribuirmos novas funcionalidades aos materiais que utilizamos, estamos a evitar que estes sejam depositados, e que se consumam novos produtos, ajudando desta forma a preservar o ambiente.

COMO REUTILIZAR?

  1. Ofereça ou venda livros, roupas, brinquedos e outros bens que já não precisa;
  2. Reutilize caixas, frascos, latas e garrafas, dando-lhes uma nova vida como caixas de fotografias, frascos de compota e doces caseiros, caixas de bolachas, etc.;
  3. Utilize os sacos de plástico das compras/usados para colocar os resíduos;
  4. Reutilize o material escolar do ano letivo anterior, comprando somente o material realmente necessário;
  5. Utilize o verso das folhas usadas para rascunho, apontamentos ou impressões em qualidade “rascunho”;
  6. Reutilize envelopes, colocando etiquetas sobre o endereço do remetente e destinatário, ou use-os para correio interno na sua empresa;
  7. Reutilize as garrafas e garrafões o máximo de vezes possível.

A reciclagem é o processo pelo qual os materiais são recolhidos e reaproveitados para dar origem a novos produtos, reduzindo assim o consumo de recursos naturais.
Para além disso, a produção de novos produtos a partir de produtos recicláveis, consome menos energia do que a produção a partir de matéria virgem.

São muitos os resíduos que podem ganhar uma nova vida:

  • Papel e Cartão: revistas, embalagens de papel, cartão, etc;
  • Plástico: sacos, garrafas, embalagens, tampas, etc;
  • Vidro: garrafas, frascos, boiões, etc.

Uma vez separados, os resíduos são encaminhados para reciclagem e dão origem a novos produtos:

  • Faça separação de resíduos

    Separe os seus resíduos em recicláveis e não recicláveis, e dentro dos recicláveis tente separar papel, vidro, plástico e metal;

  • Espalme as embalagens vazias

    Espalme sempre as embalagens, de forma a ocuparem menos espaço em sua casa e no ecoponto;

  • escorra as embalagens

    Antes de guardar, escorra e enxague as embalagens de forma aos restos dos produtos não criarem maus cheiros em sua casa.

  • deposite o saco no ecoponto

    Não se esqueça de depositar também no ecoponto correspondente o saco não reutilizável que utilizou para transportar as embalagens usadas;

  • deposite os oleos domésticos num oleão perto de si

    Separe os óleos domésticos usados e deposite-os no oleão mais perto de si;

  • Entregue os medicamentos na farmácia

    Entregue os medicamentos que já não precisa na farmácia;

  • Coloque as pilhas usadas no pilhão

    Coloque as pilhas usadas no pilhão;

  • Entregue pneus usados na oficina

    Quando trocar os pneus do seu carro, entregue os usados na oficina ou concessionário.

Sabia que?
 

com a

Reciclagem

curiosidades

PAPEL


“Publicidade Aqui Não”

Quando se fabricam 1.000 Kg de papel reciclado, poupa-se o abate de 15 a 20 árvores e diminui-se o consumo de água entre 50 a 200 vezes

VIDRO



1 Tonelada de vidro reciclado permite poupar 1,2 toneladas de matéria-prima e 150 litros de petróleo

O vidro pode demorar mais de 10.000 anos a degradar-se naturalmente

EMBALAGENS



As embalagens de plástico podem demorar 450 anos a degradar-se naturalmente

As latas de alumínio podem demorar mais de 1.000 anos a degradar-se

5 Garrafas de plástico recicladas dão origem a poliéster suficiente para uma t-shirt XL, 10 chegam para um par de calças e 25 fornecem material para uma camisola

ÓLEOS



1 Litro de óleo alimentar contamina cerca de 1 milhão de litros de água (o equivalente ao consumo de uma pessoa durante 14 anos)

ORGÂNICOS



3 Kg de restos de comida dão origem a 1Kg de fertilizante natural de boa qualidade

Os restos orgânicos podem demorar entre 2 a 12 meses a degradarem-se naturalmente.